fbpx

God of War Ragnarok gameplay

God of War Ragnarok gameplay

Uma das ambições de Eric Williams para God of War Ragnarok é adicionar ao jogo mais verticalidade e novas formas do jogador se expressar.

Eric Williams, escolhido pela Sony Santa Monica para ser o director do novo jogo (sucedendo a Cory Barlog), falou um pouco sobre o que esperar da sequela com o IGN. A sua filosofia para dirigir o novo jogo é adicionar mais variedade, mas com regra.

Os exemplos que o novo director dá são God of War 2 e Ghost of Sparta, comentando que “existiu um método para ambos os jogos, de pegar na base e dizer, vamos aprofundar, fazer um serviço aos fãs. Vamos ser grandes na variedade, mas sem acrescentar coisas só porque sim”.

Williams explica que “ter variedade apenas para ter variedade não é uma coisa para nós”. A variedade existe no jogo com um objectivo. Uma das novidades, vistas no trailer, é que Kratos consegue usar as correntes para subir uma parede e depois colidir com o inimigo.

“Não podias fazer coisas assim no jogo de 2018. A maioria da gameplay decorria em espaços planos. Agora existe alguma verticalidade. Mas isso não surgiu apenas porque sim, existe gameplay orientada à volta disso, encontros tipo king of the hill. Muda a forma como o jogador se expressa no campo de batalha.”

As combinações entre Kratos e Atreus também foram aprofundadas. Atreus cresceu um pouco desde o último jogo e tem um leque de golpes maior para fazer aberturas para Kratos ou para dar continuidade aos seus ataques.

Face a isso, os inimigos evoluíram e têm “novas coisas” que precisas de levar em conta durante os combates.

FONTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Hit enter to search or ESC to close